Celebrante Juliano Vieira 

                   Batismo 

Celebração de Batizado.

Batismo em casa é correto? Como é feito? Se explica abaixo, com as orientações.

 

 

 

Onde pode ser celebrado ? R:  No jardim, em casa ou nalgum lugar especial e encantador.

 Efeito? R:  O ritual tem que ser Cristão (sem mencionar Igreja ou Religião) e batizado em Nome da Stma Trindade e imersão, usando a fórmula do Ritual para o Batismo ter seu Efeito. 

Batismo Oferecido  é   exclusivamente ritual ecumênico cristão, não menciona a Igreja ou Religião.  

             O celebrante que desejar fazer, deve ser preparado e saber a fórmula, o ritual.  Ter consciência, que: Se for feito errado ou fazendo de conta, o batismo não tem seu efeito da graça divina. E portanto o bebê não recebeu o batismo (e os familiares poderão pensar que sim - cuidado).  Não se brinca com esse ritual. Conselho do Celebrante Juliano Vieira. 

Para quem é destinado? R: O ritual é destinado para  pais que não gostam de religião, porém são espirituais, ou que têm religiões diferentes... e que desejam que o bebê seja cristão, e ao crescer ela mesmo escolha qual espiritualidade e religião a seguir.

Como assim? R: Quando as crianças nascem, se os pais desejarem, poderão batizar o filho em casa. Recebendo o batismo espiritual (cristão).

Pois a religião não poderá ser de modo imposta, deixando que o bebê ao crescer procure sua prória espiritualidade. Porém é dever dos pais e padrinhos, serem guias, luzes na vida das crianças. Quem tem espiritualidade diante do mundo, é uma luz que ilumina - é "sal e luz da terra" Mt 5.13-14.

 

Padrinhos e Madrinhas ? R:   Poderá  ter mais padrinhos, por exemplo: Dois casais ou como desejar - não precisar ser somente duas pessoas. 

Batismo E  sua História: Ainda hoje muitos batizam em casa, mas, é  correto perante ao Cristianismo?

O Ritual não menciona Igreja, e é cristão, ecumênico. O Batismo em casa é muito mais antigo que pensamos. Com o advento da modernidade, o batismo em casa deixou de ser recomendado. Antes o Sacerdote, por exemplo: Como não se tinha a facilidade de traslado, de visitar capelas, paróquias, o mesmo ía uma vez ao ano ou mais em determinada Capela, Igreja... e nesse dia realizava todos os trabalhos pastorais: confissões, primeira comunhão, crisma,  como o Batizado. Por isso, a Igreja permitia que as famílias pudessem batizar os filhos em casa por alguém de boa índole, no caso de risco de vida, para o bebê não ser pagão, sendo que deverá ser batizado em nome da Stma Trindade e imersão. E com esse fato, desde a antiguidade, muitas famílias preferiram batizar em casa, no jardim.  E não somente em caso de doença, e sim de celebração e de unir todos os familiares. E quando a criança um dia, procurando alguma Igreja, apenas informará - Já recebeu o batismo em casa. O Batismo é único! Não se batiza duas vezes. Para isso, o ritual deve ser usado o ritual verdadeiro, para ter recebido o batismo. (Por isso, tomem cuidado com a fórmula do ritual - conselho do celebrante Juliano).

A fórmula do batismo precisa ter sido correta,  se tiver sido somente ‘Em nome de Jesus por exemplo’ ele não vale". E quem Celebrar tem que ser boa índole, uma pessoal Espiritual. 

Agenda do Celebrante:  Tem que ver qual o dia que o celebrante Juliano poderá. Em vista dos compromissos de agenda.